top of page
  • Guilherme Primo

Ferramentas para um projeto de sucesso

Seja seu projeto uma empresa ou um objetivo pessoal, para ele fracassar é preciso cometer apenas um erro: não controlar seus recursos. Aqui estão algumas ferramentas para facilitar nesse processo.


Todos temos ideias e, eventualmente, decidimos coloca-las em prática. Isso é um projeto, algo que surge de novo e tem em sua implementação um começo, meio e fim. Pode ser o desenvolvimento de um novo produto ou um marco pessoal (como uma festa de casamento), existe um ponto primordial para seu sucesso - gerenciamento de recursos.


Abaixo, três ferramentas para te auxiliar nesse controle:


1. Formulário Online


Depois de muito tempo formulando questionamentos e tabulando, descobri formulários online e isso mudou minha vida. Hoje, utilizo até para gastos pessoais (futuramente posso comentar sobre aqui) e me adaptei muito bem, mas ainda que não esteja acostumado, rapidamente consegue adquirir conhecimento e colocar a ferramenta em prática para capturar os dados necessários.


De todas as ferramentas disponiveis, na minha opinião, para projetos, as melhores são o Google Forms e o Microsoft Forms. Isso porque, além deles já sintetizarem as respostas para você analisar, é possível também extrair para uma planilha para verificar os resultados e já manipula-los ali mesmo.


Além disso, o fato de você inserir todos os questionamentos e deixar o campo da maneira que quiser (existe opção de inserir obrigatoriedade/validação de dados) evita preenchimentos incorretos e facilita posteriormente no seu controle.


Exemplo de Formulário do Google

Profissionalmente, utilizo mais o Google Forms, pois utilizo o workspace e mantenho todas as minhas ferramentas de trabalho ali. Além disso, integro facilmente com o Google Data Studio, que facilita também para minhas análises.


Entretanto, minha preferência pessoal é pelo Microsoft Forms. Já integrado com o Excel, que estou mais acostumado, além de preferir na questão de layout.


2. Planner


Um recurso primordial a se gerenciar é o tempo. Por conta disso, é fundamental a adoção de um planner, que pode ser uma planilha ou um quadro organizado com as tarefas e seus prazos, além dos próximos passos, ou ferramentas automatizadas que já estão disponíveis.


Para isso, na organização do meu primeiro projeto, utilizei o Trello, bastante famoso por sua forma de gestão através de Kanban , mas seus diversos plugins o tornam bastante eficaz pra gestão de projetos e gestão de times. Ele é bastante fácil de configurar e começar a utilizar, e acredito ser a ferramenta ideal para um primeiro contato com gestão de projetos.


Hoje, prefiro utilizar o Notion que além de gerir projetos, prazos e tarefas, possui espaço para documentar seu trabalho e automatizar a gestão de time. Seu ponto negativo é a curva de aprendizado, mas dedicando algum tempo a aprende-lo, é ótimo. No futuro, escreverei uma matéria sobre o Notion, fiquem ligados.



3. Painel de indicadores


Com o projeto em execução, dois pontos precisam ser geridos com constância: o status de cada tarefa e como estão os indicadores (ou, em inglês, KPIs).


Muitas vezes, configurar um painel de inteligência pode parecer complexo, mas é mais simples do que fazer relatórios constantes, compilando os mesmos dados, para verificar como estão os recursos e se os objetivos estão sendo alcançados.


Exemplo de um relatório de acompanhamento feito no Power BI

Falei mais sobre essas ferramentas futuramente, mas adianto as minhas duas preferidas para isso, o Microsoft Power BI e o Google Data Studio. Principalmente se você seguiu a primeira dica, a integração com as duas ferramentas fica fácil e intuitiva, e as horas que demoram para planejar um bom acompanhamento são compensadas pela facilidade de extrair informações e relatórios para análise.


Todas essas ferramentas podem ser um grande auxilio na hora de fazer um projeto e entrega-lo com mais calma e menos dificuldades, e sempre mantendo o foco no objetivo final.


Gostou do material? Compartilhe e se inscreva para receber mais no formulário no final da página.

Comments


Gostou dos artigos? Se inscreva para receber mais!

Obrigado pelo interesse!

bottom of page